Marketing orientado por dados (Data-driven marketing)

Marketing orientado por Dados

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O Data-driven marketing, também chamado de Marketing Orientado por Dados, é uma tendência que veio para ficar no mundo do Marketing Digital.

Com inúmeras possibilidades de coletar dados, inclusive por meio da Inteligência Artificial, o Data-driven marketing tem se mostrado extremamente relevante para o mercado, inclusive caminhando para se tornar a melhor forma de garantir bons resultados, sem que isso signifique gastos muito mais altos.

No texto de hoje, vamos falar um pouco mais sobre o Data-driven marketing, para que ele serve e, claro, seus principais benefícios para o empreendedor que investe nele! Veja abaixo!

Como funciona o Marketing Orientado por Dados?

O Marketing Orientado por Dados, como explicamos acima, já é uma tendência que dificilmente deixará de fazer parte do dia-a-dia de quem atua na área. Mas, para que possamos entender o conceito de Marketing Orientado por Dados de maneira simples, precisamos compreender como o Marketing Empírico é realizado.

Basicamente, uma estratégia de marketing que não se baseia em dados pode ser chamada de estratégia empírica, cujas ações são pensadas de maneira mais emocional e sem analisar o que os resultados têm mostrado na prática. Por exemplo:

  • Uma loja online vende produtos para skatistas. No marketing empírico, a estratégia poderia ser tentar falar com a persona criada a partir de pré-conceitos. Vamos supor que, neste caso, a loja definiu como personagem um homem de 22 anos, solteiro e que trabalha com prestação de serviços.
  • Agora, vamos imaginar que, com base nos dados colhidos ao longo dos meses, ficou claro que a persona que mais compra é, na realidade, um homem de 40 anos, casado e que trabalha também no comércio.
  • Veja que os dados ofereceram uma persona totalmente diferente do que foi pensado anteriormente na estratégia empírica. Logo, toda a comunicação precisa ser mais direcionada a quem realmente está comprando naquela loja virtual, o que garante mais assertividade e maior número de vendas.

Claro que este é apenas um exemplo a respeito do Marketing Orientado por Dados, pois as métricas podem interferir em muitas outras decisões que vão além das personas, elas podem ajudar a garantir melhores estratégias de conteúdo, mais informações sobre quais produtos têm maior relevância, entre outros.

Ferramentas que utilizam do Marketing Orientado por Dados

Apesar de parecer algo futurista, o Marketing Orientado por Dados é uma realidade em diversas ferramentas que utilizamos no dia a dia do Marketing Digital. Você pode, até mesmo, estar utilizando uma ferramenta com o Marketing Orientado por Dados sem nem ao menos se dar conta disso. Veja alguns exemplos cotidianos que têm os dados como premissa básica:

1- Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta incrível de Marketing Orientado por Dados. Através dele, é possível saber quem chegou ao seu website e por meio de qual estratégia – se foi pelas redes sociais, se foi por meio de anúncios, se foi de maneira orgânica por causa do blog, etc. O Google Analytics é excelente para unir os dados em relatórios muito claros e simples de compreender. Mas, obviamente, é preciso saber o que fazer com esses dados e quais estratégias aplicar ao ter acesso a eles. De modo geral, instalar o Google Analytics é a primeira etapa para começar a trabalhar com o Marketing Orientado por Dados atualmente, quando falamos em site.

2- Google Ads

O Google Ads, apesar de ser uma ferramenta exclusiva para os anúncios pagos, também trabalha com o Marketing Orientado por Dados, já que ele atua com relatórios de palavras-chaves e até mesmo com recomendações para ajudar o usuário a tomar decisões a respeito de quais palavras podem ser úteis no intuito de atrair os leads mais qualificados.

Esses são apenas dois exemplos de ferramentas que utilizamos todos os dias no Marketing Digital e que utilizam o Data-driven Marketing para oferecer as melhores estratégias para os usuários. Mas, existem muitas outras excelentes e que estão sendo cada vez mais aprimoradas para que o Marketing Orientado por Dados traga resultados muito mais precisos.

Como aproveitar o Marketing Orientado por Dados para alavancar seus resultados?

Mais do que ter os dados em mãos, é preciso saber o que fazer com eles. O ideal é ter uma empresa responsável que faça bom uso desses dados, afinal, o grande problema do Data-driven Marketing é que dá muito mais trabalho do que o Marketing intuitivo – já que é preciso analisar os dados e entendê-los a fundo.

Em compensação, as estratégias são mais assertivas e os seus investimentos possuem um retorno mais certeiro, o que é excelente para quem quer garantir que está aplicando seus recursos em algo que valha a pena a curto, médio e longo prazo.

O Marketing Orientado por Dados está em constante evolução e a tendência é que ele se torne ainda mais poderoso nos próximos anos, com métricas mais precisas. Enquanto isso, nós, da LC4, continuamos evoluindo junto com ele, nos aprimorando e garantindo que nossos clientes tenham as melhores estratégias aplicadas!

Gostou das informações de hoje? Compartilhe o texto nas redes sociais e entre em contato conosco em caso de dúvidas! Até a próxima!

 

 

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades por email

Outras publicações